Os circuitos anestésicos não reinalatórios são todos iguais!?

Os primeiros circuitos não reinalatórios surgiram no início do século XX. Entre as décadas de 1920 e 1980 surgiram mais de uma dezena de circuitos, com diversos formatos, todos com a tentativa de “entregar o melhor custo-benefício”. Porém, na essência, todos seguem a ideia de fornecer anestésico e O2 e evitar reinalação de CO2. Aí vem a pergunta… Mas é tudo igual ou não?

0 Comentários